quinta-feira, 19 de novembro de 2015

FEIRA DA CIDADE OPERÁRIA

Adriano Sarney faz audiência pública
com feirantes da Cidade Operária
Deputados destacam o trabalho da vereadora Rose Sales em defesa dos feirantes de São Luís

Por BATTISTA SOAREZ

O deputado estadual Andriano Sarney (PV) realizou ontem, nesta quarta-feira, 18, no Plenarinho da Assembléia Legislativa, audiência pública sobre a feira da Cidade Operária. Estiveram presentes feirantes e lojistas que trabalham no local, a presidente do Sindicato dos Feirantes de São Luís, Ivanilde Sampaio, o deputado Welington do Curso (PPS), a vereadora Rose Sales (PV) e outras autoridades convidadas.
As questões debatidas durante o evento envolveram vários pontos do universo de situações e problemas que afligem aquele ambiente de trabalho e consequentemente a vida das pessoas que se utilizam da feira tanto para comprar quanto para vender. Depois do debate sobre a reforma do espaço físico daquele mercado, Adriano Sarney cobrou agilidade no orçamento e sugeriu que seja feito um projeto detalhado sobre a reforma do mercado. O deputado quer que seja verificado se o orçamento contempla a resolução de todos os problemas que envolvem a feira. “Tá na hora de fazer a concessão do prédio e verificar como proceder, da melhora maneira possível, para resolver a vida daqueles trabalhadores. No levantamento que fizemos, detectamos muitos problemas, inclusive de segurança no local e risco para a saúde tanto dos feirantes quanto das pessoas que se abastecem naquele mercado”, ponderou o deputado, chamando a atenção com respeito aos usuários de drogas que se aproveitam das más condições do local para praticarem seus delitos e, ao mesmo tempo, representando uma ameaça à segurança da população.
O deputado Welington do Curso parabenizou a iniciativa do deputado Adriano Sarney e lembrou que alguns políticos só aparecem nas feiras para pedir votos. “Depois de eleitos — diz Welington — eles ficam engessados, se robotizam e só vão aparecer quatro anos depois para pedir volto novamente”. Ele cobrou responsabilidade por parte do poder público em relação às feiras e aproveitou para destacar o trabalho da vereadora Rose Sales (PV) na sua luta contínua em defesa dos feirantes da capital. “Vereadora, quero parabenizá-la pelo seu trabalho imbatível por essa causa e dizer que tenho orgulho de ter votado em você para vereadora”, destacou o deputado.
Os lojistas da feira da CO que estavam presentes no debate reclamam que o governo só sabe cobrar impostos e não faz nada por aqueles que alimentam a receita do estado, para que ele tenha sempre seus cofres públicos abastecidos. “Todo mês, o governo não esquece de cobrar os impostos e se a gente não paga é punido com os rigores da lei. No entanto, ele não cumpre a sua parte, que é devolver o dinheiro que pagamos a ele em forma de administração e execução das políticas públicas de interesse da população”, disse um dos lojistas presentes no evento. Ele lembrou, por exemplo, que seu carro foi arranhado por vândalos naquele local, e ele, então, passou ir de moto para o trabalho. Para sua surpresa, a moto teve o tanque amassado. “Se fazem isso com os veículos dos feirantes, o fazem também com os dos clientes. E fazendo isso com os veículos dos clientes, estes não voltam mais à feira. E o cliente não indo mais á feira, nós não vamos vender. E não vendendo, não vamos mais poder pagar os impostos, causando sem dúvida um prejuízo enorme para a economia do Estado. Então, é uma bola de neve que se avoluma”, indignou-se.
Por sua vez, a presidente do Sindicato dos Feirantes de São Luís, Ivanilde Sampaio, cobrou políticas públicas para os feirantes da capital e externou sua luta em prol da categoria diante das dificuldades existentes, inclusive com o descaso que as autoridades públicas fazem em relação aos feirantes. “Tem sido muito difícil para mim, inclusive já fui até ameaçada por cobrar aquilo que é de direito que as autoridades façam em favor dos feirantes. Tem que ver que nós é que abastecemos a mesa da população. Então, precisamos de espaço, saúde e segurança”, enfatizou ela, lembrando que já presenciou assassinato dentro da feira numa disputa por espaço.

A vereadora Rose Sales destacou a questão da segurança nas feiras de São Luís, denunciando, inclusive, o fato de a Guarda Municipal ter perdido o porte de arma por causa da falta de compromisso do prefeito Edivaldo Holanda Júnior. “Mesmo diante das cobranças e denúncias, o atual prefeito mantém uma postura de enorme irresponsabilidade perante as políticas públicas que contemplem as feiras de São Luís. No entanto, ele disponibilizou mais de 23 milhões de reais para fazer propaganda do seu governo. Isso é inadmissível”, reclama a vereadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Utilize sua conta no Google (orkut, gmail) para postar comentários, ou a opção anônimo.